Eletrônica

Minha Primeira Placa no KiCad

Autor: Alisson Ricardo da Silva Souza

Download

Nesse tutorial iremos fazer o desenho da nossa primeira placa de um circuito, liga – desliga led, utilizando o software KiCad. Caso não saiba o que é o KiCad ou ainda não o tenha instalado em sua máquina, acesse nosso tutorial KiCad?! O que Podemos fazer com ele?

Vamos em frente…

Abra o Kicad e crie um Novo Projeto.

Figura 1 – Criando novo Projeto.

Figura 1 – Criando novo Projeto.

Salve o projeto com Nome de Liga Desliga Led.

Figura 2 – Salvando Projeto.

Figura 2 – Salvando Projeto.

Após clicar em Salvar, irá aparecer uma mensagem na tela perguntando se você quer criar um diretório/Pasta para salvar. Clique em Sim, o KiCad irá criar uma pasta automaticamente e salvar seu projeto.

Perceba que seu projeto aparece na barra lateral da janela principal.

Figura 3 – Novo projeto criado.

Figura 3 – Novo projeto criado.

Apos criar seu projeto, devemos desenhar nosso circuito elétrico. Basta clicar em Eeschema.

Figura 4 – Desenhando Circuito Elétrico.

Figura 4 – Desenhando Circuito Elétrico.

Como já foi dito, clique em OK para qualquer mensagem que aparecer na nova janela que será aberta.

Para esse nosso circuito utilizaremos os seguintes componentes elétricos:

  • CONN_2 → Conector de dois terminais.
  • TEST → Chave liga/desliga.
  • LED → Nosso emissor de luz.
  • R → Resistor

Sabendo disso basta clicar em Colocar Componente e começar a inseri-los em nosso projeto, buscando pelo Nome ou Selecionar por Pesquisa.

Figura 5 – Inserindo Componentes.

Figura 5 – Inserindo Componentes.

Posicione o cursor do mouse sobre o componente para manuseá-los e organize da seguinte maneira.

  • Mover: pressione ‘m’
  • Rotacionar: pressione ‘r’
  • Espelhar em X: ‘x’
  • Espelhar em Y: ‘y’
  • Apagar: ‘del’
Figura 6 – Organizando Componentes.

Figura 6 – Organizando Componentes.

Clique em Inserir Cabo para fazer a ligação entre os componentes.

Figura 7 – Conectando os Componentes.

Figura 7 – Conectando os Componentes.

Agora devemos fazer a Notação, nomear os componentes devidamente. Para isso, clique em Annotate e depois em Anotação.

Para qualquer mensagem posterior, clique em OK.

Figura 8 – Notação do Circuito.

Figura 8 – Notação do Circuito.

Veja que o “?” foi retirado do cabeçalho dos componentes e substituído pelo número “1”.

Agora devemos fazer a checagem elétrica, para ver se está tudo conectado corretamente.

Figura 9 – Checagem Elétrica.

Figura 9 – Checagem Elétrica.

Clique em Testar Erc, se não aparecer nenhuma mensagem na nova janela, está tudo Ok e basta fechar a janela.

Figura 10 – Teste Erc

Figura 10 – Teste Erc

Próximo passo, devemos Gerar a Netlist.

Figura 11 – Gerando Netlist.

Figura 11 – Gerando Netlist.

Clique em Netlist e salve com Nome e Diretório padrão.

Figura 12 – Salvando Netlist.

Figura 12 – Salvando Netlist.

Logo após devemos fazer a associação dos componentes, clicando em Run CvPcb.

Novamente, para qualquer mensagem posterior, clique em Ok.

Figura 13 – Associação de Componentes.

Figura 13 – Associação de Componentes.

Clique em Ver Footprint para visualizar a figura do componente.

Figura 14 – Footprint do Componente.

Figura 14 – Footprint do Componente.

Utilize os seguintes footprint:

  • CONN_2 → 35 BORNIER2
  • TEST → 478 SW_PUSH.
  • LED → 251 LED_5MM.
  • R → 349 R4.

A lista deve esta completa dessa maneira.

Figura 15 – Lista de Footprint.

Figura 15 – Lista de Footprint.

Basta salvar, clicando em Arquivo → Salvar Placa e pode fechar a janela.

Agora clique em Run CvPcb, clique em Ok para qualquer mensagem que aparecer, e carregue a Netlist salva anteriormente. Basta clicar na nova janela em Ler Netlis.

Figura 16 – Ler Netlist.

Figura 16 – Ler Netlist.

Na janela seguinte, clique em Ler Netlist Atual e veja se surge uma mensagem na caixa abaixo.

Figura 17 – Lendo Netlist Atual.

Figura 17 – Lendo Netlist Atual.

Feito isso, nossos componentes já estão na nova área de trabalho prontos para serem organizados e ligados.

Geralmente surge no canto superior esquerdo, basta dar um zoom e selecionar todos os componentes e arrastar para o meio da área de trabalho.

Figura 18 – Localizando Componentes.

Figura 18 – Localizando Componentes.

Organize os componentes da seguinte maneira.

Figura 19 – Organizando Componentes.

Figura 19 – Organizando Componentes.

Antes de desenhar as trilhas, devemos configurar as Regras de Design. Procure no menu e clique em Regras de Design → Regras de Design.

Na janela do editor clique em Regras de Design Globais e insira em largura de trilha os valores 1 e 2 centímetros. Clique em Ok para salvar as alterações.

Figura 20 – Regras de Design.

Figura 20 – Regras de Design.

Agora sim. Clique na ferramenta Adicionar Trilhas e Vias.

Figura 21 – Adicionando Trilha.

Figura 21 – Adicionando Trilha.

Selecione Track 1,000 mm e comece a fazer a ligação.

Figura 22 – Selecionando Track.

Figura 22 – Selecionando Track.

Perceba que o KiCad indica que terminais devem ser conectados, se você tentar fazer uma conecção que não existe no esquemático ele não completa o tracejado.

Para completar a ligação clique duas vezes no terminal de destino.

Figura 23 – Ligando Componentes.

Figura 23 – Ligando Componentes.

Pronto! Está terminada nossa primeira placa. Para visualizar como ficará basta clicar em Arquivo → Imprimir → Pré-Visualização.

Figura 24 – Pré-Visualização da placa.

Figura 24 – Pré-Visualização da placa.

Novamente não utilizamos todas as ferramentas disponíveis no software, mas esse passo a passo que acabamos de ensinar é o suficiente para nossos futuros trabalhos.

Em outra oportunidade faremos um tutorial de como “passar” esse nosso desenho para a placa de fenolite, fazer a soldagem dos componentes e testes.

Bibliografias

Fotos – Própria autoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *